Policiais militares adotam uso de câmeras de monitoramento nos coletes balísticos em Itaú de Minas

Duas câmeras estarão disponíveis diariamente para os policiais que forem assumir o plantão; Passos é outra cidade da região que já utiliza a inovação Policiais de Itaú de Minas adotam uso de câmeras de monitoramento nos coletes balísticos Há cerca de um mês, policiais militares de Itaú de Minas, MG, estão fazendo o uso de câmeras de monitoramento instaladas nos coletes balísticos. Os equipamentos são utilizados em ações de risco nas ruas, como apreensões e prisões. São duas câmeras, que ficam acopladas aos coletes, sendo uma em cada policial que patrulha nas viaturas. A orientação recebida pelos militares é que as câmeras devem ser instaladas nos coletes logo no início do plantão. Para o tenente da PM de Itaú de Minas, Mathews Moraes Santos, as câmeras serão muitos importantes para o policiamento e para a transparência dos serviços prestados à comunidade. “As câmeras poderão nos auxiliar para dar, principalmente, uma maior transparência em nossas ações, que é o que a sociedade busca, bem como angariar provas e indícios para uma eventual investigação policial e um processo criminal. Além de dar uma maior segurança jurídica para os nossos policiais poderem desenvolver os melhores serviços na rua”, afirmou. Uso de câmeras de monitoramento em Itaú de Minas Cacá Trovó/EPTV A cidade faz parte do 12° Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, com sede em Passos, onde também está sendo utilizada a inovação. De acordo com o tenente, o equipamento é muito fácil de manusear e o policial não encontrará grandes problemas. “Em caso de acionamento de alguma ocorrência ou abordagem de indivíduo suspeito, eles vão acionar a câmera, através de um único toque e a câmera já vai filmar toda ação do militar”, explicou o tenente. Ainda de acordo com a corporação, as imagens serão descarregadas no computador da sede da Polícia Militar de Itaú de Minas ao final de cada dia e poderão ser utilizadas para um eventual processo criminal ou requisição da Justiça. VÍDEOS: Veja tudo sobre o Sul de Minas Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas

Policiais militares adotam uso de câmeras de monitoramento nos coletes balísticos em Itaú de Minas

Duas câmeras estarão disponíveis diariamente para os policiais que forem assumir o plantão; Passos é outra cidade da região que já utiliza a inovação Policiais de Itaú de Minas adotam uso de câmeras de monitoramento nos coletes balísticos Há cerca de um mês, policiais militares de Itaú de Minas, MG, estão fazendo o uso de câmeras de monitoramento instaladas nos coletes balísticos. Os equipamentos são utilizados em ações de risco nas ruas, como apreensões e prisões. São duas câmeras, que ficam acopladas aos coletes, sendo uma em cada policial que patrulha nas viaturas. A orientação recebida pelos militares é que as câmeras devem ser instaladas nos coletes logo no início do plantão. Para o tenente da PM de Itaú de Minas, Mathews Moraes Santos, as câmeras serão muitos importantes para o policiamento e para a transparência dos serviços prestados à comunidade. “As câmeras poderão nos auxiliar para dar, principalmente, uma maior transparência em nossas ações, que é o que a sociedade busca, bem como angariar provas e indícios para uma eventual investigação policial e um processo criminal. Além de dar uma maior segurança jurídica para os nossos policiais poderem desenvolver os melhores serviços na rua”, afirmou. Uso de câmeras de monitoramento em Itaú de Minas Cacá Trovó/EPTV A cidade faz parte do 12° Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, com sede em Passos, onde também está sendo utilizada a inovação. De acordo com o tenente, o equipamento é muito fácil de manusear e o policial não encontrará grandes problemas. “Em caso de acionamento de alguma ocorrência ou abordagem de indivíduo suspeito, eles vão acionar a câmera, através de um único toque e a câmera já vai filmar toda ação do militar”, explicou o tenente. Ainda de acordo com a corporação, as imagens serão descarregadas no computador da sede da Polícia Militar de Itaú de Minas ao final de cada dia e poderão ser utilizadas para um eventual processo criminal ou requisição da Justiça. VÍDEOS: Veja tudo sobre o Sul de Minas Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas