Os Melhores Locais da Serra da Canastra na Região de Passos-MG

Veja nesse filme muitas dicas legais do que fazer na maravilhosa Serra da Canastra.

Confira também: O melhor da Serra da Canastra: Paraíso Perdido, Capivara e Trilha do Sol
https://youtu.be/yXCsfgoTIwg

Veja nesse filme muitas dicas legais do que fazer na maravilhosa Serra da Canastra. Aqui você vai ver uma trip nota 10 por lá!

O Parque Nacional da Serra da Canastra é uma enorme área ecoturística localizada no sudoeste de Minas Gerais. Ele tem uma área de 1978 km² e é cercado por cidades muito pitorescas. 

Se você estiver indo pra lá pela primeira vez, vá para a cidade mais próxima do local que você mora ou a cidade mais próxima de onde você está vindo. Como a Serra da Canastra é muito rica em atrativos, em qualquer lugar que você escolher não vão faltar opções pro ecoturismo.

Você pode chegar lá na serra pelas cidades de São João Batista do Glória, São José da Barra, Delfinópolis, Capitólio, São José do Barreiro, Tapira, entre outras. 

Nas localidades que cercam a Serra Canastra você tem muitas opções de hospedagem. Existem muitos chalés e pousadas sofisticadas, mas o forte são as pousadas mais em conta mesmo. 

Se você for viajar sem reservar uma hospedagem com antecedência, faça uma boa pesquisa prévia. Porém se optar por não reservar, procure não ir em feriados ou finais de semana. Neste caso, se programe pra chegar nas cidades da Canastra por volta do meio-dia, que é o período que antecede às 14h. 

Uma dica de uma trilha bacana pra fazer a pé, a da Cachoeira Maria Augusta. A cascata é uma das mais belas da região e também uma das mais altas, com 35 metros de queda. O melhor acesso ao local é por São João Batista do Glória, cidade que conta com muitas opções de hospedagem. 

Uma outra dica legal é a trilha do Mirante, pra fazer no pedal. O caminho é bem puxado e indicado pra quem está acostumado com as trilhas de terreno difícil e muitas subidas. O terreno é formado por pedras bem fixadas no chão, onde o ciclista usa bastante a sua técnica. 

A história da criação do Parque Nacional da Serra da Canastra data do ano de 1972. Ele foi instituído com o objetivo de proteger as nascentes do rio São Francisco. Elas se situam na parte alta da chapada e seguem por diversas ramificações na serra.

A Cachoeira Lagoa Azul é uma verdadeira “pedra esmeralda” cravada na Canastra. O complexo é bem organizado com um restaurante, estacionamento e uns chalés muito requintados. O acesso é por uma ótima rodovia de asfalto que liga Capitólio a Furnas. 

O complexo tem acesso à Represa de Furnas, que é considerado o Mar de Minas. Ali você pode fazer alguns passeios de lancha até os cânions mais bonitos da região. 

Se você procura um lugar lindo e mais acessível, a dica é a Cachoeira do Filó. Ela fica bem ao lado da rodovia MG-050 e tem um estacionamento no local. 

Próximo dos grandes cânions da Represa de Furnas existe uma estrutura com muitas pousadas e restaurantes ao longo da rodovia. Ali temos o complexo da Trilha do Sol que reúne cachoeiras de beleza única. Minha dica aqui é a trilha até a Cachoeira No Limite. 

Quando estiver na Serra da Canastra, você poderá conhecer também o Complexo Paraíso Perdido. Na área temos cachoeiras incríveis que estão entre as mais belas da Canastra. Existe uma pousada com camping e um restaurante bem legal nessa área, consulte.